tristão e isolda

Tristão e Isolda é o romance entre um cavaleiro Anglo-saxão e Isolda, Princesa da Irlanda pertencentes a povos inimigos.
Tristão é um cavaleiro órfão, entregue aos cuidados de seu Tio Mark, Rei da Cornualha, que o transformou em cavalheiro da Távola Redonda. Para livrar o rei de uma dívida com a Irlanda, dispõe-se a duelar com Morholt, vence a batalha, porém é mortalmente ferido pela espada envenenada, de seu adversário. Considerado morto é colocado em um barco, à deriva, no mar, o jovem é levado às costas da Irlanda, onde tem seus ferimentos curados por Isolda, a Loira – Princesa da Irlanda, apaixonando-se pela jovem.
Ao retornar para Cornualha, Tristão é comunicado pelo Rei Mark, que a única maneira de selar a paz com os irlandeses seria seu casamento, com Isolda.
Mesmo entristecido com a notícia, Tristão retorna a Irlanda, incumbido de trazer a noiva, contudo no seu retorno à Grã-Bretanha acidentalmente os jovens bebem uma poção de amor mágica, destinada a Isolda e Mark. Devido à poção, Tristão e Isolda apaixonam-se perdidamente.
Isolda casa-se com o Rei Mark, porém o intenso amor que nutre por Tristão leva ambos tornarem-se amantes.
Ao serem descobertos, Tristão é banido do reino, casando-se com a Princesa da Bretanha, Isolda das Mãos Brancas; Todavia, Tristão não conseguiu corresponder ao amor de sua esposa, pois mantinha-se fiel à Isolda.
Em uma batalha, o jovem é ferido e pede que tragam sua amada Isolda, para curá-lo; Mas sua esposa o engana, dizendo que Isolda morrera. Tristão sucumbe à dor e morre ao receber a notícia.
Amor, Paixão, Guerra e Superação de Obstáculos tornam esta lenda celta, uma das histórias de amor mais belas, de todos os tempos.

Referência da Imagem: Filme Tristão e Isolda- 2003.